quinta-feira, 30 de abril de 2015

O modernismo (também) passou por aqui


O modernismo (também) passou por aqui: Centro de Língua Portuguesa em Barcelona organiza mostra bibliográfica para celebrar Orpheu


No ano em que se assinalam as comemorações do centenário da tão provocadora quanto efémera revista Orpheu, expoente máximo do modernismo poético em Portugal, o Centro de Língua Portuguesa de Barcelona organiza uma mostra bibliográfica alusiva a esta publicação. 


Inserida nas celebrações do Dia da Língua Portuguesa, inaugura a 5 de maio, pelas 17h, e estará patente até 19 do mesmo mês, na Biblioteca d’Humanitats da Universitat Autònoma de Barcelona, a mostra bibliográfica intitulada “O modernismo (também) passou por aqui”, que pretende dar a conhecer ao publico catalão uma seleção de títulos literários e críticos, essencialmente pertencentes ao núcleo bibliográfico do Centro de Língua Portuguesa de Barcelona, que permitem dar conta do papel desempenhado pelos poetas e artistas da denominada ‘Geração do Orpheu’ para a afirmação do português como língua poética decididamente vanguardista. 


Ainda como forma de assinalar o Dia da Língua Portuguesa, pela manhã, levar-se-á a cabo uma distribuição gratuita, pela comunidade académica da Universitat Autònoma de Barcelona, de folhas volantes com poemas assinados por autores do primeiro modernismo português (em português e em tradução castelhana / catalã). 


Esteja atento ao nosso facebook, em https://www.facebook.com/institutocamoesdebarcelona?fref=ts

sábado, 25 de abril de 2015

41º aniversário da Revolução dos Cravos

Caros(as) amigos(as), 

Não podemos deixar de recordar que hoje se cumpre o 41º aniversário da revolução que teve lugar em Portugal a 25 de abril de 1974, também conhecida por Revolução dos Cravos.

Em homenagem a esta data deixamo-vos os versos de Sophia de Mello Breyner Andresen e a imagem do célebre mural de Banksy.

Viva o 25 de abril!

25 de Abril
Esta é a madrugada que eu esperava
O dia inicial inteiro e limpo
Onde emergimos da noite e do silêncio
E livres habitamos a substância do tempo
Sophia de Mello Breyner Andresen

Banksy

terça-feira, 21 de abril de 2015

terça-feira, 14 de abril de 2015

II Jornades de Poesia en Llengües Peninsulars


 

 
II Jornades de Poesia en Llengües Peninsulars
Santa Coloma de Gramenet, 20 e 21 de março de 2015

Notícia

Organizado pela revista de poesia CARAVANSARI (http://www.caravansari.com/), com a colaboração do Centro de Língua Portuguesa do Camões I.P. em Barcelona, as II Jornades de Poesia en Llengües Peninsulars levaram a Barcelona pela segunda vez a voz de um poeta lusófono.

Pedro Mexia, a recitar uma seleção de poemas seus, na Biblioteca de Singuerlín
Depois de Maria do Rosário Pedreira, em 2013, nesta edição foi a poesia de Pedro Mexia a ecoar em português, lado a lado com a de nomes tão sonantes no panorama literário espanhol como Chus Pato (Galiza), Joan Margarit, Jordi Valls e Jordi Virallonga (Catalunha) e Harkaitz Cano, em representação da poesia basca.

 
 

Chus Pato (à esquerda)  e Harkaitz Cano (à direita) recitam poemas da sua autoria, em galego, castelhano e euskera
 

Jordi Virallonga (à esquerda) e Joan Margarit (à direita), durante o recital

No final do recital, que decorreu a 20 de março na Biblioteca de Singuerlín, pedia-se mais poesia. O público teve então a ocasião de assistir e de intervir na mesa redonda que sentou, a 21 de março, no Centre d’Arte Contemporani Can Sisteré, os poetas, em redor de temas como a reflexão sobre o papel e o poder das línguas ibéricas, a tradução e a configuração dos cânones literários, os problemas do mundo editorial atual ou as dificuldades de consumo que a própria poesia levanta junto dos leitores, entre outras questões.
Ass.: Sandra Boto
Responsável do Centro de Língua Portuguesa do Camões, I.P. em Barcelona

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Món Llibre: 18 e 19 de abril

André Letria é um dos ilustradores convidados do Món Llibre 2015 em Barcelona.

Barcelona celebra, a 18 e 19 de abril, o livro infantil, na 11ª edição do festival Món Llibre. A ilustração portuguesa marcará presença através da participação de André Letria, artista convidado do Centro de Língua Portuguesa do Camões I.P. e do Consulado Geral de Portugal em Barcelona, que se associam à festa.

Com obra publicada em diversos países e línguas, André Letria (n. 1973) é já um ilustrador internacionalmente premiado, em cujo palmarés se contam as medalhas de bronze e prata no Children’s Book Annual da revista americana 3x3 (a mais importante publicação dedicada à ilustração). É também o fundador da editora Pato Lógico, responsável pela edição das obras por si ilustradas Se eu Fosse um Livro (2011) e Mar (2014). Durante os dois dias do festival, terá lugar um “Actividari” com o ilustrador português, dirigido a miúdos e graúdos, em torno da obra Mar (Ekaré Edicions). Escutar-se-á também a leitura de Si jo fos un llibre, uma recente tradução para catalão publicada pela Editorial Joventut.

Aceda ao programa integral do Món Llibre 2015 aqui e deixe-se encantar pela magia do livro infantil.
 

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Poesia: Rosa Alice Branco

"Dilluns de poesia" com a poetisa portuguesa Rosa Alice Branco, apresentada pelo poeta Antoni Clapés


Segunda-feira, 13 de abril de 2015, às 19.00 h
Claustre - Arts Santa Mònica
La Rambla, 7
Barcelona


quarta-feira, 8 de abril de 2015

Novo horário

Vimos por este meio informar que a partir da próxima segunda-feira dia 13 de Abril de 2015 o horário do CLP/IC de Barcelona será o seguinte:


Segunda-feira
Terça-feira
Quarta-feira
Quinta-feira
Sexta-feira
09h - 14h
16h - 20h
09h - 14h
17h - 20h
09h – 14h
16h - 20h
09h - 14h

09h - 14h